Upherb logo

Pesquisa

Manejo Químico

TEMBOTRIONA

Eng. –Agr. Dr. Mauro Antônio Rizzardi Professor da Universidade de Passo Fundo, RS

2-[2-Chloro-4-(methylsulfonyl)-3-[(2,2,2-trifluoroethoxy)methyl]benzoyl]-1,3-cyclohexanedione é um herbicida seletivo sistêmico para controle de plantas daninhas, em aplicação pós-emergência na cultura do milho. As suas principais características podem ser visualizadas no Quadro 1.
     
Quadro 1 – Algumas propriedades físico-qímicas do tembotriona                       




Uso herbicida

Herbicida indicado para uso exclusivo na cultura do milho. Recomenda-se uma única aplicação do produto por ciclo da cultura, com pulverização em pós-emergência da cultura do milho e das plantas daninhas, observando-se sempre a espécie e o estádio de desenvolvimento das plantas daninhas conforme descrito no Quadro 2. Quanto à cultura, não é necessário a indicação de estádio de desenvolvimento ideal, por se tratar de um herbicida seletivo em qualquer fase do milho. No entanto, a aplicação em plantas menores é um fator positivo, pois previne a formação do chamado efeito guarda-chuva e melhora a eficácia do herbicida.

Quadro 2 - Espécies daninhas controladas pelo herbicida tembotriona 




Comportamento na planta

Tembotriona é classificado no Grupo 27 (WSSA) e no Grupo F2 (HRAC). Inibe a enzima 4-hidroxifenil-piruvato dioxigenase (4-HPPD) (Figura 1). A enzima HPPD é chave na síntese de plastoquinona, e sua inibição causa o branqueamento dos tecidos novos formados. Esses sintomas resultam da inibição indireta da síntese de carotenoides devido ao fato de a plastoquinona ser um cofator enzimático da fitoeno desaturase.

O branqueamento do meristema apical é observado em poucos dias após a aplicação, o qual é seguido pela necrose e morte da planta. O herbicida é rapidamente translocado pelo xilema.



Figura 1 – Detalhes da rota de síntese do citocromo e da clorofila

Comportamento no solo

Tembotriona possui ação em pós-emergência. Para se obter efeito residual de controle recomenda-se a complementação com aplicações de Atrazina 500 na dose de 1.000 g.i.a./ha.

A sua característica iônica faz com que interaja com o pH do solo, sendo sua adsorção aumentada com a redução do pH.

Rapidamente degradado no ambiente, com persistência inferior a 15 dias. Considerado não volátil.

Bibliografia consultada
Weed Science Society of America. Herbicide Handbook. WSSA (Lawrence). Edição 10, 
2014. 513p.
     







 

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco
Não utilizamos cookies próprios. Nosso site utiliza apenas cookies de terceiros essenciais e para monitoramento de acessos e estatística dos site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.