Upherb logo

Pesquisa

Manejo Químico

SAFLUFENACIL

Eng. –Agr. Dr. Mauro Antônio Rizzardi Professor da Universidade de Passo Fundo, RS

N’-[2-Chloro-4-fluoro-5-(3-methyl-2,6-dioxo-4-(trifluoromethyl)-3,6-dihydro-1(2H)-pyrimidinyl)benzoyl]-N-isopropyl-N-methylsulfamide é um herbicida de contato desenvolvida para controle de plantas daninhas de folhas largas, em aplicação pré-semeadura ou em pós-emergência em culturas tolerantes. As suas principais características podem ser visualizadas no Quadro 1.



Quadro 1 – Algumas propriedades físico-químicas da saflufenacil                       
                               
Uso herbicida

Saflufenacil é classificada no Grupo 14 (WSSA) e no Grupo E (HRAC), mecanismo de ação “Inibidores da enzima Protoporfirinogênio Oxidase (Protox/ PPO)”. Grupo químico Pirimidinadionas.

Herbicida indicado para uso nas culturas do algodão, arroz, banana, batata, café, cana-de-açúcar, citros, feijão, girassol, maçã, mamona, manga, milho, pastagem, soja e trigo. 

A forma de uso está relacionada ao manejo em cada uma das culturas indicadas:
- Dessecação de plantas daninhas pré-semeadura em semeadura direta: soja, milho, algodão, trigo e cana-de- açúcar; 
- Dessecação de plantas daninhas no manejo antes da semeadura do arroz-irrigado em sistema de semeadura direta e sistema de arroz pré-germinado;
- Dessecação de cultura e/ou de plantas daninhas na pré-colheita: soja, algodão, feijão, batata e girassol; 
- Dessecação de plantas daninhas na catação, em jato dirigido e antes da colheita da cana-de-açúcar para evitar problemas no rendimento das máquinas na colheita mecânica;
- Dessecação de plantas daninhas em jato dirigido: algodão e culturas perenes da banana, café, citros, maçã, manga e mamona. 
- Operação de controle de plantas daninhas em pós-emergência nas pastagens de Brachiaria brizantha, Brachiaria decumbens e Panicum maximum cv tobiatã.
- Manejo de plantas daninhas no sistema de aplicação em benzedura em cultivo de Arroz irrigado pré-germinado.
- Operação de controle de plantas daninhas em pós-emergência inicial na cultura do Trigo.

As espécies daninhas controladas pelo herbicida saflufenacil estão listadas no Quadro 2. 

Quadro 2 - Espécies daninhas controladas pelo herbicida saflufenacil 



Comportamento na planta

O herbicida saflufenacil inibe a enzima proporfirinogênio oxidase (Protox/PPO) (Figura 1). A enzima Protox está presente na rota de síntese da clorofila e dos citocromos. O resultado desta ação é o aumento dos níveis de protoporfirinogênio no cloroplasto, que migram para o citoplasma e em seguida são convertidos para protoporfirina-IX, um pigmento fotodinâmico que em presença de luz e oxigênio gera radicais livres (oxigênio singleto). Estas moléculas são altamente reativas, provocando a peroxidação dos lipídeos das membranas, e consequente morte celular.



Figura 1 – Detalhes da rota de síntese do citocromo e da clorofila.

Após a inibição da Protox as plantas morrem como resultado dos danos na membrana celular. Plantas daninhas suscetíveis apresentam clorose, seguida de necrose em poucas horas após o contato com o herbicida. A morte da planta ocorre em 2 a 3 dias após. Plântulas em fase de emergência usualmente morrem ao atingirem a superfície do solo ou logo após a sua emergência. 

Saflufenacil é rapidamente absorvido pelas raízes e folhas. Uma vez absorvido é predominantemente translocado pelo xilema, com algum movimento pelo floema. Quando absorvido pelas raízes sua translocação é muito reduzida.


Comportamento no solo

Saflufenacil possui ação principalmente pós-emergente, porém em doses altas sua ação residual no solo pode auxiliar no controle da emergência das plantas daninhas suscetíveis.

A característica hidrolítica favorece a sua mobilidade no solo. Rapidamente degradado no ambiente, com persistência de 1 a 36 dias. 

No solo apresenta alta adsorção pela matéria orgânica do solo. Considerado não volátil.

Bibliografia consultada
Weed Science Society of America. Herbicide Handbook. WSSA (Lawrence). Edição 10, 
2014. 513p.

 

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco