Upherb logo

Pesquisa

Manejo Químico

ISOXAFLUTOLE + TIENCARBAZONA-METILICA

Eng. –Agr. Dr. Mauro Antônio Rizzardi Professor da Universidade de Passo Fundo, RS

O isoxaflutole ((5-cyclopropyl-4-isoxazolyl)[2-(methysulfonyl)-4- (trifluoromethyl)phenyl]methanona) + o thiencarbazona-metil (methyl 4-[[[(4,5-dihydro-3- methoxy-4methyl-5-oxo-1H-1,2,4-triazol-1-yl)carbonyl]amino]sulfonyl]-5-methyl-3- thiophenecarboxylato) compõe o herbicida Adengo ® , disponível para uso na modalidade de pré-emergência na cultura do Milho. As principais caraterísticas podem se visualizadas nos Quadros 1 e 2.


Quadro 1 – Algumas propriedades físico-químicas do isoxaflutole



Uso herbicida

O herbicida Adengo ® é composto pelo isoxaflutole (225,0 g/L) + tiencarbazona- metil (90,0 g/). Herbicida seletivo, indicado para uso em pré-emergência no controle de espécies eudicotiledôneas (folhas largas) e de algumas monocotiledôneas (Quadro 3).

Quadro 3 – Plantas daninhas controladas pela associação de isoxaflutole + tiencarbazona- metil


*Produto comercial = Adengo® (225 g de isoxaflutole + 90 g detiencarbazona-metil).

ISOXAFLUTOLE

O isoxaflutole é classificado no Grupo 27 (WSSA) e no Grupo F2 (HRAC). Inibe a enzima 4-hidroxifenil-piruvato dioxigenase (4-HPPD) (Figura 1). A enzima HPPD é chave na síntese de plastoquinona, e sua inibição causa o branqueamento dos tecidos novos formados. Esses sintomas resultam da inibição indireta da síntese de carotenoides devido ao fato de a plastoquinona ser um cofator enzimático da fitoeno desaturase.



Figura 1 – Inibição da Hppd pelo herbicida isoxaflutole

THIENCARBAZONA-METIL

Herbicida do grupo das sulfonilaminocarboniltrazolinonas imidazolinonas, como o thiencarbazona-metil, inibe a enzima Acetolactato Sintase (ALS/AHAS). Essa enzima é chave na biossíntese de aminoácidos de cadeia longa leucina; isoleucina e valina (Figura 2). Classificado no Grupo 2 (WSSA) e no Grupo B (HRAC).

As plantas tratadas com o herbicida têm seu crescimento inibido em horas após a sua aplicação, mas os sintomas de injúria são visíveis 1 a 2 semanas após. As áreas meristemáticas tornam-se gradualmente cloróticas e necróticas, seguido do amarelecimento e necrose das folhas.

A sua absorção ocorre rapidamente pelas folhas e raízes e transloca-se pelo xilema e floema, com acúmulo nas áreas meristemáticas.



Figura 2 – Inibição da rota de síntese de enzima Acetolactato Sintase (ALS) pelo herbicida tiencarbazona-metil

Bibliografia consultada

Weed Science Society of America. Herbicide Handbook. WSSA (Lawrence). Edição 10, 2014. 513p.

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco