Upherb logo

Pesquisa

Plantas Daninhas

CARURU-RASTEIRO

(Amaranthus deflexus) – Código AMADE

A plântula é caracterizada pelo hipocótilo e epicótilo inicialmente pouco desenvolvidos, de modo que as folhas permanecem aproximadas. Folhas cotiledonares pecioladas, ovalado-lanceoladas, de ápice obtuso e base curtamente atenuada. Folhas verdadeiras pecioladas, semi-orbiculares ou ovaladas, com ápice fortemente emarginado, lisas e glabras de coloração verde intensa.

Planta herbácea, intensamente ramificada desde a base, sendo os ramos geralmente decumbentes. Os ramos do caule possuem até 50cm de comprimento, orientados em todas as direções. São cilíndricos, ligeiramente estriados, carnosos, lisos e glabros, com coloração verde-clara.

As suas raízes são pivotantes, geralmente de coloração rosada ou avermelhada.

As folhas são simples, alternas, aproximadas na parte terminal dos ramos. O pecíolo é longo e canaliculado no lado superior. O limbo é rômbico e ovalado, com comprimento até 5cm por 2,5cm de largura. As nervuras são marcadas na face ventral, especialmente em folhas novas e proeminente na dorsal. A coloração do limbo é verde ou verde-acinzentada, não ocorrendo pigmentação avermelhada. Junto da axila da maioria das folhas inicia-se um ramo, cuja primeira manifestação é um conjunto de pequenas folhas.

A inflorescência é díclina, com flores masculinas e femininas intercaladas, sendo que as masculinas predominam na parte superior das espigas e as femininas predominam na parte mediana e inferior. A coloração das inflorescências é verde- pálida antes da maturação.

As flores masculinas possuem dois estames livres, mais curtos que as tépalas. As flores femininas possuem ovário ovalado, mais curto que as tépalas; estilo curto com estigma bífido ou trífido.

As sementes, encerradas em utrículos, são as unidades de dispersão da espécie. São lenticelares, de contorno circular, de secão transversal transverso-elíptica. O tegumento é crustáceo com superfície glabra brilhante, com finíssimo retículo concêntrico, de coloração castanho-avermelhada em estádio imaturo e atro- avermelhada, em maior ou menor grau, quando maduras.

Texto adaptado de Kissmann, K. G. e Groth, D, 1999; Fotos: Mauro Antônio Rizzardi

Galeria de fotos

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco