Upherb logo

Pesquisa

Plantas Daninhas

Azevém

(Lolium perenne spp. multiflorum) – Código LOLMU

Espécie gramínea originária do sul da Europa e norte da África. Foi introduzida no sul do Brasil como forrageira, tornando-se planta daninha importante em culturas de inverno, como trigo e cevada, além do milho semeado na primavera. 

Planta anual ou bianual, reproduzida por sementes. As plantas de azevém apresentam desenvolvimento mais vigoroso durante os meses mais frios. Na região sul do Brasil o florescimento se dá geralmente nos meses de setembro e outubro, com maturação no final do ano.
Planta ereta, com elevada capacidade de emitir afilhos. Folhas e colmos possuem elevada cerosidade, o que dá a tonalidade intensa no verde de suas folhas. Possuem aurículas desenvolvidas, abraçando o colmo. 

O azevém é uma espécie de polinização cruzada, auto-incompatível, e com seu pólen disseminado pelo vento. As plantas de azevém florescem e frutificam e, após a maturação fisiológica ocorre abscisão das sementes, que quando não colhidas caem ao solo, e permanecem dormentes até o final do verão, quando inicia a germinação. O potencial de produção de sementes alcança aproximadamente 3500 sementes por planta.

A ressemeadura natural é muito útil para os pecuaristas, porém para os agricultores isso ocasiona dificuldades de controle, devido a ocorrência de plantas em diferentes estádios de desenvolvimento, uma vez que a germinação se dá de forma escalonada. 

Texto adaptado de Kissmann, K. G., 1997; Fotos: Mauro Antônio Rizzardi

 

Galeria de fotos

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco